• seg. dez 6th, 2021

Ter uma Alimentação Saudável pode mesmo aumentar a expectativa de vida?

ago 29, 2021
Alimentação Saudável

Já ouviu a frase: “ser feliz ou ser saudável?” Bom, o artigo de hoje vai te mostrar que essa “felicidade passageira” tem um custo muito alto para a sua saúde. Além disso, você vai aprender se uma boa alimentação pode mesmo aumentar a longevidade e a qualidade de vida. E para finalizar, entenderá o que realmente é uma alimentação saudável.

Comer mal mata

Antes de mais nada, você sabe o que é comer mal? Comer mal é não comer o suficiente para saciar a fome ou comer em excesso, ingerir alimentos repletos de gorduras trans, sódio, carboidratos e não ingerir alimentos que são fonte das vitaminas que nosso corpo necessita, ou ainda com uma porcentagem muito baixa. Tais como: Fibras, proteínas, cálcio, ferro, entre outros.

Agora que você já sabe o que é comer mal podemos ir ao ponto. Um estudo publicado pelo jornal Le Monde revela que uma em cada cinco mortes no mundo é provocada pela má alimentação. Os primeiros fatores de risco são o excesso de sal, um consumo insuficiente de cereais integrais e uma dieta pobre em frutas, aponta a reportagem.

Assim, doenças associadas ao coração, rins e fígado são na maioria das vezes causadas pela má alimentação. Sem falar do diabetes, pressão alta, colesterol e outras doenças silenciosas e mortais.

“Este estudo é um sinal de alerta. Se não adotarmos uma dieta sadia, para nossa saúde mas também para o meio ambiente, não iremos muito longe”, adverte Francesco Branca, diretor do departamento de nutrição da Organização Mundial da Saúde (OMS), entrevistado pelo jornal.

A alimentação saudável aumenta mesmo a expectativa de vida?

Sim, e como aumenta. Um outro estudo na revista científica Nature Food forneceu alguns dos primeiros números concretos sobre os benefícios para a saúde de nossas escolhas alimentares.

Os benefícios estimados para a saúde vieram de alimentos como leite, nozes e sementes, frutas, cálcio, ômega-3 de frutos do mar, fibras de frutas, vegetais, legumes, grãos inteiros e ácidos graxos poliinsaturados.

Por exemplo, comer algumas nozes dará 26 minutos à sua vida saudável, e um sanduíche pode te render 33 minutos adicionais de vida saudável (e te ajudar a chegar no próximo século). Já os ácidos graxos ômega-3 e os produtos frescos são tão benéficos que a sardinha no molho de tomate o ajudará a ganhar 82 minutos extras de vida saudável.

 As escolhas não saudáveis ​​roubam alguns minutos. Por exemplo, os autores do estudo descobriram que você perde em média 0,45 minutos por grama de carne processada. Alimentos com gorduras trans e sódio – como um cachorro-quente no pão – podem levar 36 minutos, enquanto uma porção de asas de frango pode te dar 3,3 minutos de vida saudável.

Então com certeza escolher o que você come pode aumentar ou diminuir significativamente a sua expectativa de vida.

Mas o que realmente é uma alimentação saudável?

Existem infinitos tipos de dietas diferentes uma da outra e qual você vai seguir é escolha sua. Exemplos de dietas saudáveis são a Low Carb, Paleolítica, DASH e a Cetogênica. E o que elas têm em comum? Baixo teor de carboidrato, embutidos, industrializados e gorduras ruins e mais ingestão de carne, verduras e frutas.

Então podemos afirmar que o segredo para a alimentação saudável é comer alimentos naturais e ricos em fibras e proteínas, com baixo nível de carboidrato, mas nunca sua total exclusão. Além do mais, durante as refeições você deve comer até ficar satisfeito, não saia com fome do almoço por exemplo. Assim seu corpo absorverá energia e vitaminas certas e suficientes para aguentar até a próxima refeição, sem os lanchinhos que podem se tornar vilões da boa alimentação.

Agora que você já sabe o poder que a alimentação tem na sua vida, não deixe de usá-lo. Cuide com o que você ingere e a frequência. Assim você melhorará a sua saúde e aumentará a sua expectativa de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *