• sáb. dez 4th, 2021

As redes sociais podem afetar nossa saúde mental?

set 13, 2021

Vivemos na era da informação e conectividade. Por isso a maioria de nós é dependente das redes sociais. Com apenas uma olhada na tela do nosso smartfone podemos saber o que acontece na vida de um parente, amigo ou sobre qualquer lugar do mundo. E embora essa facilidade de se comunicar até mesmo com as pessoas mais distantes nós tenha vários benefícios, pode gerar alguns graves malefícios a nossa saúde mental. Então vem comigo que vou te explicar porque isso acontece e como remediar a situação.

Perigo das redes sociais a nossa saúde mental

As plataformas de redes sociais têm inúmeras vantagens, como: Acesso fácil a informação, comunicação instantânea, novos mercados de trabalho e muitos outros benefícios. Porém usá-las com muita frequência pode causar tristeza e isolamento espontâneo no longo prazo.

A incansável chuva de fotos perfeitas (muitas vezes devido aos filtros) que aparecem no Instagram tende a corroer a autoestima de muitas pessoas, enquanto verificar obsessivamente o feed do Twitter antes de dormir pode contribuir para um sono de má qualidade.

Então vamos analisar agora algumas áreas em que as redes sociais podem estar prejudicando sua saúde mental e como reverter a situação.

Auto estima

Todo ser humano tem inseguranças, alguns mais outros menos, mas todos possuímos algumas. Então ficar nas redes sociais stalkeando as fotos perfeitas das pessoas como ou manter-se atualizado com o status de relacionamento delas no Facebook pode fazer com que comparemos nossa vida real com essas vidas “digitais” perfeitas.

Desse modo, é ponto para a insegurança e menos um para a auto estima. O Dr. Tim Bono, autor da pesquisa “Quando curtir não é suficiente”, disse que: “Quando obtemos um senso de valor com base em como estamos nos saindo em relação aos outros, colocamos nossa felicidade em uma variável que está completamente além do nosso controle”. Assim podemos afirmar que é como se colocássemos expectativas irrealistas para alcançarmos, uma corrida longa, cansativa e cada vez mais dolorosa.

Solução: Se atente a quanto tempo gasta pesquisando os perfis online de outras pessoas. Pois dessa forma poderá se concentrar mais em si mesmo e aumentar sua confiança.

Contato humano

Como humanos, é muito importante que possamos nos comunicar uns com os outros e estabelecer conexões pessoais. E apesar de parecer que pelas redes sociais esse contato é mais fácil, na maioria das vezes ele é a penas superficial.

Afinal, quando nos limitamos a telas retangulares, nos tornamos mais familiarizados com as fachadas digitais do que nossos amigos e suas personalidades da vida real. Além disso, você terá que concordar que os emoticons não nos permitem rir da risada engraçada de alguém.

Solução: Mesmo em tempos de pandemia podemos sim nos relacionar pessoalmente, com quem mora em nossa casa. Então se esforce para passar mais tempo com as pessoas que moram dentro da sua casa, sem a presença do celular e quando quiser falar com um amigo prefira videochamadas, quando possível, ao invés de mensagens até que as coisas voltem ao normal e possamos voltar a ver uns aos outros presencialmente.

Memórias

As redes sociais podem ser ótimas para lembrar boas lembranças. Porém, também podem distorcer a maneira como você se lembra de certos detalhes de sua vida. Pois muitos de nós somos culpados de gastar um bom tempo tirando a foto perfeita de uma maravilha visual sem realmente absorver a experiência em primeira mão, a vivenciando nossos próprios olhos.

E dessa maneira perdemos a magia desses momentos e os aproveitamos menos. Afinal, quando focamos toda a nossa atenção em obter as melhores fotos para nossos seguidores também vivenciarem essas experiências, nós mesmos deixamos de aproveita-las em tempo real.

Solução: Viva mais os momentos ao vivo, evite gastar muito tempo para tentar tirar a foto perfeita. Em vez disso, aproveite a experiência ao vivo.

Sono de qualidade

Nós precisamos de uma boa noite de sono todos os dias para manter nossa saúde e energia. Porém, quando pegamos o celular perto da hora de dormir com aquele pensamento perigoso, “vou dar só uma olhadinha rápida antes de dormir”, essa olhadinha rápida pode virar horas. Além disso, os muitos estímulos que nosso cérebro recebe das redes sociais antes de dormir, faz com que demoremos mais a pegar no sono.

E tudo isso faz com que nosso sono dure menos horas do que necessitamos e com uma qualidade baixa. Assim, nosso rendimento diminui, nossa imunidade também e o mau humor aumenta.

Solução: Antes de ir para a cama, tente estabelecer uma regra estrita de que o telefone não será usado por pelo menos 40 minutos a uma hora e veja se isso tem algum efeito na qualidade do seu sono.

As redes sociais não são nossas inimigas, por isso não a torne uma. Use com moderação e siga as dicas acima para que você tenha o controle sobre elas, sua saúde mental e física.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *